texto de uma aluna

Recebemos este texto de uma de nossas alunas, que pediu para não ser identificadas (o que respeitamos, é claro) mas mesmo assim achamos muito bonitos e resolvemos compartilhar com vocês:

Abertura circulares

    Um, dois, balança, balança…
    Um, dois, balança, balança…
    A voz de comando vai ecoando de tempo
    em tempo pelo salão quente.
    Um por um repete o ritmo acompanhando a
    música: um, dois, balança, balança e a roda
    gira, gira, gira, gira…
    O corpo vai seguindo, vai seguindo, pernas
    braços, balança balança…
    Mão que dá, mão que recebe.
    Olhos nos olhos, um por um.
    o contato está firmado.
    Segue a roda e roda: roda, roda, roda,
    roda…
    O corpo é sublimado: está sagrado, a mente
    aquieta, o Espírito está livre:
    voa, voa, voa…
    Sós, cada um, mas sempre em conjunto roda a
    roda, roda, roda…
    Levada pelo coração e no coração completada.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>