“CAPACITAÇÃO EM DANÇAS CIRCULARES PARA EDUCADORES”

Arlenice

“CAPACITAÇÃO EM DANÇAS CIRCULARES PARA EDUCADORES”
com Arlenice Juliani (SemeiaDança/SP)

Reunir a turma em círculo para cantar e dançar é mais que resgatar uma brincadeira antiga e popular para proporcionar diversão aos pequenos e grandes.
Brincar de roda (ou de ciranda, como é dito em algumas regiões do Brasil) é uma
maneira de se expressar artisticamente. Ao propô-la, o professor desenvolve nas
crianças e adultos a compreensão da capacidade que eles têm de se mexer, criar e controlar os próprios
movimentos. Isso provoca o descobrimento do próprio corpo e de tudo o que é possível fazer com ele.

Esta “CAPACITAÇÃO EM DANÇAS CIRCULARES PARA EDUCADORES” tem como objetivo capacitar profissionais ligados às áreas da Educação ao uso da dança circular como instrumento para trabalhar o desenvolvimento
psicomotor, como forma de reintegração do corpo com o movimento, a expressão, o pensamento e o sentimento.

Módulo I – 11 de abril – Das 08h30 às 16h30
Módulo II – 16 de maio – Das 08h30 às 16h30

Valor: R$ 160,00 os dois módulos. (Certificado e material didático inclusos)
Forma de pagamento: 2x (Abril/Maio) – (Desconto para grupo da mesma instituição)

INSCRIÇÕES E INFORMAÇÕES: ecologia@aboaterra.com.br. Telefone: (19) 3647 1773

LOCAL DE REALIZAÇÃO
Sitio A Boa Terra – Itobi/SP
Rodovia SP 350 Km 245 – Estrada Casa Branca à Itobi.

Apoio:
Instituto Dança Viva
Terra Viva

Viva a Dança

DANÇAS DE ISRAEL III
Dia 05 de Abril – Focalizadora Elly van der Ven
Horário: das 9:00 às 17:00 horas
Local: Instituto Dança Viva – Holambra – SP
Rota dos Imigrantes, 605 – Centro (ao lado do Banco Itaú)
Investimento R$ 70,00 por pessoa com direito a CD e DVD
Informações e Inscrições: contato@dancaviva.com.br
ou (19) 9.92109195 Helena ou (19)3802-2173 com Elly

Fotos dos nossos ultimos cursos

A correria do nosso dia a dia é tanta que acabamos nos “esquecendo”de atualizar o nosso blog como havíamos planejado inicialmente!
Sempre que penso nisso, me pergunto por que é assim?

Mas para “acabar” com a minha sensação de dívida, e atualizar o nosso blog, resolvi em um único artigo colocar um pouco dos nossos últimos cursos!

Este ano de 2007 está sendo um ano muito positivo para as danças, e para o instituto Dança Viva, pois estamos trabalhando muito e recebendo diversos convites para mais workshops, em outros locais.

Estivemos em Piracicaba, onde fizemos um workshop no centro de reabilitação Piracicaba, foi um curso, “in loco”e portanto foi muito proveitoso, tanto para os participantes, como para nós!

Vejam algumas fotos:

Além deste curso tivemos alguns cursos em Holambra. No dia 3 de março tivemos o curso “Alegria de Viver II”, e no dia 14 de abril tivemos o curso “alegria e energia II”. Os cursos tem focos muito diferentes, o primeiro é para a 3a idade enquanto o outro para jovens! portanto vocês podem imaginar que as danças também são bem diferentes, porém sempre nos chama a atenção como estas danças agradam “gregos e troianos”!
3a idade em Holambra3a idade

Dança para JovensDança para Jovens

Além disso ainda tivemos um curso no Sítio A Boa Terra, sempre um local muito agradável de se fazer cursos ou simplesmente passar um dia agradável!

Lá tivemos pela primeira vez o curso “alegria de Viver I” com um grupo muito animado e participativo!

curso 3a idde em Itobi3a idade em Itobi3a idade em Itobi

Dança e Responsabilidade Social

Como já escrevi antes, até o final de 2005 eu era um diretor executivo da empresa Terra Viva, empresa que eu ajudei a fundar junto com minha família.

A empresa Terra Viva também desenvolveu e desenvolve até hoje projetos de responsabilidade social, com enfoque no desenvolvimento do cidadão infanto juvenil através do lazer.

Porém nós: eu e a Terra Viva achamos que podemos devemos ir mais longe e por isso eu vou toda a sexta feira dançar numa escola chamada CPDEX, na cidade de Vargem Grande do Sul, para dançar com mais de 100 crianças e jovens especiais e no final do ano passado houve um pedido por parte dos professores desta escola, mas também de outros que já haviam escutado sobre os benefícios da dança nesta escola, para que nós lá fosse feito um curso de dança para os professores da rede pública de lá.

Este curso foi dado no dia 24 de Fevereiro de 2007, com patrocínio total da Terra Viva e apoio da prefeitura municipal de Vargem Grande do Sul. O curso ocorreu no sítio a Boa Terra com a presença de 17 educadores, infelizmente só foram 17, isso devido a problemas internos na prefeitura de lá, além de ser final de férias e inicio das aulas, onde todos estão ocupados para começar o ano bem. Mesmo assim ficamos muito felizes com 17 interessados que virem cheios de disposição e muita vontade de aprender.

O que para mim chamou mais a atenção foi que todos, menos uma pessoa, haviam ouvido falar das danças e suas possibilidades como também sobre o sítio A Boa Terra. Só uma pessoa nunca tinha ouvido sobre os dois, ela veio por que uma colega havia falado muito bem sobre as danças e resolveu experimentar, e gostou!

Aliás, foi um dia muito bem aproveitado, com muita dança, alegria, descontração e um interesse muito grande sobre quais os valores, onde e como usar, e como são chamadas as danças sagradas etc.Houve muita troca de idéias, e experiências e isso contribuiu para um dia muito rico em todos os sentidos.

Houve também a participação de um diretor de uma escola particular que é ao mesmo tempo professor de uma escola pública: isso eu achei interessante, em primeiro lugar por seu um homem (é difícil encontrar homens no mundo das danças) mas também por que ele trabalha nos 2 mundos do ensino: uma escola particular, e uma escola pública: quem sabe através de uma maior integração entre estes 2 mundos podemos construir um mundo mais saudável e mais fraterno, e é isso que nós da Terra Viva e Dança Viva almejam, e trabalham para alcançar.

Petrus Schoenmaker

Treinamento grupo Florescer

O grupo florescer é um grupo formado formado por crianças e jovens, filhos, parentes e amigos de colaboradores da empresa Terra Viva, que se reune quinzenalmente aos sábados para atividades lúdicas, danças, e trabalhos manuais. O objetivo é Oferecer atividades ludo-pedagógicas, infanto-juvenis, em três áreas: Cultura & conhecimento, Jogos e Danças; tendo como foco a socialização, integração e desenvolvimento dos participantes.

Este grupo é um dos projeto de responsabilidade social da empresa Terra Viva, e eu sempre fui um “ativista” deste grupo, pois as crianças e jovens são o futuro, e temos que investir neles, se quizermos ter um mundo melhor!

As crianças e jovens são divididos em 3 grupos, separados conforme a idade, e dentro de cada grupo são oferecidos atividades adequadas para tais idades.

Todos os anos são ensinados danças novas para este grupo, que se apresenta sempre nas festas da empresa e nas cidades da região. E eu sou o responsável por ensinar as danças para os monitores, que depois ensinam às crianças e jovens.

Todo este trabalho, vale ressaltar é voluntário, as pessoas envolvidas no projeto doam seu tempo e conhecimento para que este trabalho ocorra!

para quem quizer conhecer mais sobre este projeto, eu recomento acessar o site: www.terraviva.agr.br

Neste sabado, dia 13 de janeiro, aconteceu o primeiro treinamento de danças para os monitores deste ano.

Curso “Alegria de Viver ” no dia 7 de outubro

No dia 7 de outubro tivemos nosso primeiro workshop dedicado para a 3a idade.

Ficamos muito felizes com a grande participação, com pessoas vindo de quase todo o estado de São Paulo. Algumas pessoas chegaram a viajar mais de 300km para poder participar! Também vierem pessoas de Minas Gerais!

Nós chamamos estes módulos voltados para a 3a idade de “alegria de viver”por que nós mesmos experimentamos a alegria de compartilhar as danças com pessoas que em muitas casas não se sentem mais valorizadas e incluidas, por vezes são mais lembradas como “pessoas que não podem mais fazer”ao invés de “pessoas que conseguem fazer ainda”

Com as danças deste curso que além de alegrar e incluir, são um desafio para eles, pois eles podem mostrar que ainda sabem. E para mim, dançar com os “velhos”sempre foi muito gratificante e uma alegria muito grande.

Alegria de Viver

Outros aspecto muito gratificante, foi receber alguns feedbacks dos participantes que eles aprovaram o repertório e estão de fato usando as danças nos seus grupos de 3a idade, pois eu estava com um pouco de medo, pois estas primeiras danças (o 1o módulo) são danças simples, e achei que poderia ser considerado simples demais. mas todos gostaram muito e diversas pessoas falaram que a beleza pode estar na simplicidade e que as melodias ajudam muito por que são alegres e simples ao mesmo tempo!

Um abraço

Petrus Schoenmaker

Curso Alegria e Inclusão- 19 de agosto de 2006

Entrada
Neste dia, um belo sábado fizemos pela segunda vez este curso, porém foi a primeira vez que fizemos em Holambra e a primeira vez que fizemos tudo por nós mesmos, tanto a divulgação, o preparação, o coffee break, e tudo mais. Tivemos ainda a ajuda de várias pessoas, pessoas que se entusiasmaram com o curso e a proposta e nos ajudaram a divulgar, entre elas estava a Paula Mourão que sem dúvida nos ajudou muito!

dancando
Dancando
Cada um foi chegando, entre as 8:00 e as 8:30 e logo após nós iniciamos o curso com Highland Lilt. Como sempre acontece nos cursos que o Petrus focaliza, em pouco tempo todos puderem sentir a energia dele, e seu estilo inconfundível de ensinar danças e fazer a gente dançar.
dancando
Dancando
O grupo também foi bastante especial, com pessoas vindas da região, e até pessoas de São Paulo e Poços de Caldas. A junção entre pessoas que lidam diretamente com os portadores de necessidades especiais, porém cada um à sua maneira, possibilitou ainda uma troca muito rica de experiências, cada um na sua realidade, ajudando o outro a abrir seu leque de conhecimentos e vivências.
O Centro

O curso foi seguindo, as danças foram sendo aprendidas, e as experiências trocadas! Tudo numa energia muito positiva! No meio da tarde houve ainda o depoimento de Paula Mourão a respeito de sua experiência com as danças no Instituto Síndrome de Down, em campinas, que ajudou a dimensionar a contribuição que as danças podem trazer para estas pessoas.
troca de experiências
troca de experiências
No final do dia, todos haviam aprendido as 16 danças, e dançado elas, ao menos 2 vezes para fixar bem a coreografia.

Acredito que tanto para quem participou como para nós do Instituto Dança Viva foi um dia muito especial!
troca de experiências